The Blog

O Sucesso dos Macarrons

Uma preciosidade de sabor delicado e formato único. Esse é o macaron (a pronúncia correta é “macarrôm”), um doce típico da confeitaria francesa mas que surgiu na Itália. O nome deriva da palavra italiana maccherone, que quer dizer massa fina. Mas por que esse o macaron é relacionado à França? É que no século XVI, ele foi levado da Itália para lá pela corte da rainha Catarina di Médici, que gostava tanto do doce, que ordenava a seus chefs confeiteiros que mantivessem a receita em segredo. é por isso que o macaron também é chamado de “Doce da Rainha”.

Onde surgiu o macaron

O segredo foi revelado ao mundo e apresentado em várias versões, como um pequeno biscoito fino. A versão que conhecemos hoje foi criada no início do século XX, quando o chef patisseur Pierre Desfontaines uniu os dois pequenos discos com um creme especial. Pierre era chef em uma das mais famosas confeitarias do mundo, a Ladurée, que fica em Paris. A confeitaria francesa, que atualmente tem lojas em diversos países, inclusive no Brasil, serve bolos e doces finos, mas o carro chefe da marca continua sendo o macaron recheado e de dois andares.

Além de ser delicioso, o macaron é desses doces que a gente come primeiro com os olhos. O visual é encantador, sempre colorido, e o formato é tão delicado que mais parece um enfeite do que um doce. Por isso ele é um ótimo presente, e tem roubado o lugar de bem-casados em festas de casamento requintadas. Ele também substitui os doces na mesa do bolo, porque deixa tudo mais bonito com seu efeito visual.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.